Dica de viagem para Barbados II – Caribe

No programa anterior fiz um passeio por uma linda caverna onde apreciei toda obra de arte que a mãe natureza é capaz de criar.

Jantei no Primo Bar & Bistrô e provei diversos pratos com frutos do mar aproveitando a vista e a brisa da noite caribenha.

Aproveitei a noite no Harbour Lights, um luau que soma a cultura bajan com muita diversão e por fim mergulhei de scuba com diversos peixinhos, tartarugas e pude até explorar naufrágios.

Começo o programa de hoje acordando bem cedo para passear de Catamaran, um passeio contemplativo e relaxante pelas praias mais famosas de Barbados.

Vamos começar mais um Viagem Cultural porque o programa de hoje está quente que nem o clima de Barbados!

Assim que cheguei no aeroporto de Barbados aluguei um carro na Courtesy Rent-a-car, que facilitou bastante minha locomoção pela ilha, podendo conhecer ainda mais de cada local com um preço bem amigável. Mas lembre-se que aqui a direção é inglesa, mas vale a experiência de dirigir do lado oposto!

Barbados é uma ilha localizada no Caribe, com área de 431km² e aproximadamente 280 mil habitantes. Um local paradisíaco que se tornou famoso por muitos brasileiros por ser perto do nosso país.

Com mais de 3.000 horas de sol por ano, Barbados tem um clima tropical durante todo o ano, com temperatura média de 26ºC.

O mar é composto de um degradê de cores azuis que só o mar caribenho propõe e somado ao estilo de vida Bajan, é um local perfeito para quem quer fugir do nosso frio de Julho e Agosto, pois as férias de inverno coincidem com o Carnaval deles, além de sua população ser extremamente receptiva e sempre alegre.

Sua língua oficial é o inglês e a moeda é o Dólar de Barbados, mas não se preocupe porque todos os estabelecimentos aceitam também o dólar americano.

Barbados é uma ilha cheia de aventuras aquáticas para todos os tipos de idades, além de muita festa no estilo Bajan de viver, a qual a sua maior obrigação será relaxar e aproveitar o que a natureza desse paraíso lhe oferece.

Diferente de outras ilhas do Caribe que são de origens vulcânicas ou de movimento de placas tectônicas, Barbados é a única ilha composta basicamente por corais, sendo essa caverna uma experiência única ao visitante, que não encontrará nada parecido em outras ilhas.

A Harrisson’s Cave foi descoberta no início do século 18, e seu nome foi dado em homenagem ao dono da terra chamado Thomas Harrison. Por sua enorme extensão, passou por diversos anos de mapeamento e só foi aberta ao público em 1981.

O passeio nessa maravilha feita pela natureza pode ser feito por diversas idades, desde crianças até idosos, existindo várias modalidades com durações e preços diferentes. A que eu fiz foi o Tram Tour, com duração de 1h, onde explorei a caverna num trem com direito a duas paradas.

Durante o passeio podemos observar diversas esculturas que a mãe natureza criou e o guia explica como cada uma delas surgiu. Apesar de a caverna ser localizada há muitos metros abaixo do nível mar, a temperatura é muito agradável e o interior bem úmido, por estar na presença de diversas cascatas e piscinas naturais formadas por água.

Para repor as energias dei uma parada no Marina Bar & Restaurant, um pub localizado em Bridgetown, de frente para a ponte mais famosa da capital, próximo a diversos barcos e iates. Provei alguns petiscos junto de drinks refrescantes enquanto eu curtia a vista ao som do reggae tocado no estabelecimento.

Para aproveitar minha noite e conhecer um pouco mais da culinária local, fui até o Primo Bar & Bistrô, localizado em Oistins, a cidade mais movimentada durante as noites de Barbados. O ambiente lá é bem agradável, com uma bela vista para o mar além de uma grande diversidade culinária que agrada qualquer paladar.

Se você está interessado num luau totalmente diferente do convencional, esse é o local certo. O Harbour Lights mistura comida, dança, música, artesanato e bebida por 60 Dólares barbadianos, dando ao turista a oportunidade de interagir de forma completa com a cultura da ilha.

Assisti a diversos shows culturais enquanto aproveitava de um jantar acompanhado de drinks inclusos, após os shows, a pista de dança fica aberta durante a madrugada toda para dançarmos e nos divertimos.

Uma dica para quem está à procura de conforto na sua viagem para Barbados é o The Crane, o  resort mais antigo da região que possui tudo o que você possa imaginar.

Com diversas piscinas para todas as idades e gostos, uma vila com restaurantes e lojas, spa, área infantil e muito mais, além de amplos quartos luxuosos com uma vista incrível para o mar caribenho. É o local perfeito para casais e família.

Você nem irá precisar sair do resort para aproveitar suas férias no Caribe.

As noites em Oistins são sempre muito agitadas, e o Fish Market é uma ótima experiência para o turista entender como os bajans se divertem e também aproveitar da gastronomia e artesanato sem gastar muito.

Apresentações culturais e muita dança são normais aqui, principalmente nas Sextas à noite.

Como o nome do local já sugere, os melhores pratos são os que acompanham peixe, e vou falar pra vocês, vale a pena ficar na fila para provar o peixe grelhado daqui, porque além de ter um ótimo preço, é super bem servido e dizem ser o melhor da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *