Dicas de Viagem para Porto de Galinhas

Porto de Galinhas – Dicas de Viagem

Começo nossa aventura para Porto de Galinhas com uma das atrações mais tradicionais desse paraíso, o passeio de buggie que é uma ótima escolha pra o primeiro dia da sua viagem, assim você já pode escolher qual praia quer aproveitar nos próximos dias. Ainda de buggie, fui ao  Pontal do Maracaípe, onde fiz um passeio de jangada pelo mangue.

Visitei também projetos ecológicos como o Hippocampus e o Ecoassociados. Até voei de paramotor e vi toda a praia bem de cima, podendo confirmar porque Porto de Galinhas é tão especial… Um vôo delicioso e cheio de emoção!

De noite, caminhei pela vila e no dia seguinte entrevistei o Carcará, artista criador das galinhas espalhadas pelo balneário.

Experimentei um delicioso Peixe na Telha e aprendi como ele é feito… E na manhã seguinte aproveitei as piscinas naturais, acompanhado dos peixinhos, entrevistei o fotógrafo aquático Thiago Cavalcanti.

Para chegar em Porto de Galinhas, saí de avião de São Paulo num vôo direto até Recife. No aeroporto peguei um transfer e em mais ou menos uma hora já estava no município de Ipojuca, onde se localiza o balneário de Porto de Galinhas, a menos de 60km de Recife, capital do estado de Pernambuco.

Antes de continuar meus passeios por Porto de Galinhas, fiz um pit stop no Restaurante do João, que fica de frente pra praia em Maracaípe e tem uma comida espetacular, provei o camarão no abacaxi e estava incrível! Além da praia, o restaurante oferece um bom banho de piscina aos seus clientes, que podem relaxar antes ou depois de apreciar o almoço com essa vista maravilhosa.

Porto de Galinhas é rica em belezas naturais, e para manter a natureza desse paraíso preservada, visitei dois projetos sociais. O Ecoassociados, foca na desova das tartarugas que estão ameaçadas extinção, assim aumentando a chance de que mais filhotes sobrevivam. A maioria das tartarugas morrem antes da época da reprodução com a ingestão de lixo, então o projeto também educa os visitantes a não jogarem lixo na praia para evitar a morte de algumas tartarugas.

https://www.instagram.com/p/BGg-P6hqkod/?taken-by=viagemcultural

 

Já o projeto Hippocampus foca no cultivo e no estudo de cavalos-marinhos, além de estudar também outros animais aquáticos e sua morfologia. Para aproveitar a noite, a vila de Porto de Galinhas é uma ótima opção. Além de um passeio agradável na noite bem arejada, por lá existem diversos restaurantes especializados em peixes e frutos do mar, bares, além de muitos estabelecimentos de artesanato, vendas locais e até atrações ao ar livre.

Para finalizar meu passeio por Porto de Galinhas, passei pela atração mais famosa do balneário, as piscinas naturais. Tive que acordar bem cedo para aproveitar a maré baixa e ter uma experiência incrível junto de diversos peixinhos e uma água translúcida incrivelmente bonita. Para alcançar os arrecifes, precisei ir numa jangada.

Veja o programa completo de Porto de Galinhas aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *