Dicas para fotos em viagens ♥

Quando você vai viajar para um novo destino incrível é claro que você quer trazer de lá o máximo de memórias possíveis, pensando nisso nós separamos para você as dicas na hora de escolher uma câmera para a sua viagem além de mostrar algumas indicações de como conseguir aquela foto dos sonhos, então vamos lá:

Escolha do equipamento

As possibilidades hoje em dia para comprar uma câmeras são infinitas, existem diversas marcas, tipos de câmera, lentes, zoom o que nos deixa totalmente perdidos na hora de adquirir um equipamento que seja de boa qualidade e que tenha um preço camarada. Por isso, saiba quais são suas prioridades na hora de escolher a melhor câmera para você. Combine fatores como preço, resolução e zoom para encontrar um equipamento que lhe agrade.

Tipos de câmera

– DSRL: São consideradas as máquinas profissionais, esses modelos são câmeras com bom sensor de imagem, disparo em tempo real e controles manuais. Sendo obviamente mais caras, estas máquinas precisam de um investimento salgado para que você consiga adquirir um kit de qualidade. A relação qualidade x preço é diretamente proporcional.

Superzoom:– O grande atrativo destas câmeras é a possibilidade de zoom que ela oferece, com valores que ultrapassam 30 vezes, sempre em lentes fixas à câmera. São mais robustas, maiores e mais pesadas que os modelos compactos, porém mais leves que as DSRL (com lentes intercambiáveis).

Compacta: São as mais comuns e baratas, porém também as menos eficientes. Apresentam lentes fixas com baixa luminosidade e qualidade óptica inferior. Mesmo com muitos megapixels, estes modelos possuem sensores de registro menores, o que diminui muito a qualidade da imagem. O flash também costuma decepcionar.

Conheça a sua câmera

Após escolhido o seu aparelho, comece a conhecê-lo, “fuçe” suas funções, saiba os tipos de fotos que sua câmera oferece. Independente da sua escolha, configure a câmera para a melhor resolução (nível de detalhe da imagem) disponível. Mesmo que ocupe um pouco mais de memória, vai permitir que você amplie e imprima as imagens sem perder qualidade. As câmeras compactas, assim como as câmeras dos celulares de hoje em dia, podem apresentar ótimos resultados e são bem práticas porque são pequenas, leves, cabem em qualquer lugar e não chamam tanta atenção. E dedique um tempinho para ler o manual da câmera, nem que seja para passar tempo no avião, pois assim você pode aproveitar ao máximo as suas funcionalidades e não corre o risco de voltar pra casa com uma foto ruim porque a câmera estava mal configurada.

Brinque com a luz

O contraste entre fotos é uma coisa incrível, se você conseguir trabalhar bem a diferença entre luz forte e um objeto, você deixará o contorno do objeto em uma penumbra, isto certamente deixa torna fotos simples em cenários incríveis com um conceito minimalista. Uma pós edição desta foto deixando-a em preto e branco, valorizará ainda mais.

Procure o ângulo certo

Nem sempre o ângulo central é o melhor para a composição visual de sua foto, movimente-se, agache e fique na ponta dos pés. Fotografar é mais que apenas apertar um botão, é ter a paciência e a sabedoria para observar o cenário e encontrar a melhor maneira de retratá-lo, não tenha medo de se aventurar!

Fundo desfocado

Quando você for realizar a foto de uma pessoa em contraste com um fundo, foque sempre em primeiro plano, aquele em que se encontra a pessoa que você quer focar. Direcionar o foco para a região do rosto é sempre a melhor escolha pois essas são as áreas mais expressivas. Se o plano de fundo for um ponto turístico que você não quer desfocar, coloque a pessoa mais próxima de você, para que ela pareça um pouquinho maior na imagem, e não esconda o ponto turístico atrás da pessoa a ser fotografada.

Diga não ao flash!

]A foto feita com a luz natural é sempre mais bonita, então evite ao máximo usar o flash. Aproveite a luz do dia ou qualquer outra fonte de luz disponível, pois o flash tem uma luz muito forte e de cor diferente a do ambiente, o que faz a imagem ficar “chapada”, esbranquiçada e sem profundidade. Uma solução é usar uma lanterna ou iluminar o objeto com o celular para então tirar a foto. Outra ideia é improvisar um “difusor” com um guardanapo – sabe aqueles guardanapos de papel fino que a gente encontra em qualquer restaurante? Prenda um desses em frente ao flash da câmera com uma fita adesiva. O efeito do flash será suavizado e você vai salvar a sua foto!

Olhe para cima

Espero que esteja ficando claro, nesse ponto, a importância de você sair do lugar. O importante nessa dica é que você pode valorizar ainda mais a sua foto, contrastando o céu com as casas ou conseguindo pegar uma gaivota que passe próximo à você.

Tenha paciência

Você está numa viagem para relaxar, então esperar um pouco mais para pegar um dragão cuspindo fogo ou que o parque pareça fechado. Mas é importante um ponto: tenha sempre a máquina ou celular na mão, o evento pode ocorrer a qualquer momento e não pense que vão esperar você se preparar!

Diga sim aos filtros

Depois da viagem Experimente usar aplicativos para tratar a imagem e aplicar filtros para obter um resultado ainda mais criativo. Baixe diversos apps e escolha seu favorito (além do Instagram, tem o Photoshop Express, Pixlr Express, Snapseed e tantos outros!). Não se esqueça de fazer uma cópia de segurança de suas fotos em um notebook, HD externo ou na nuvem (usando o Dropbox ou Google Drive, por exemplo). Se a viagem for longa, faça um backup de tempos em tempos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *