Dicas de vistos para viagens ☑

Toda viagem internacional requer cuidados e preparativos e entre eles está a obtenção dos vistos necessários. Mas não se preocupe: nessa página você confere todas as informações para conseguir os principais vistos passo a passo e viajar tranquilo!

Vistos Americanos

A partir de 2012, entrou em vigor o novo sistema de emissão de vistos para os EUA. O processo agora que se tornou mais rápido, tornou-se também mais trabalhoso já que o requerente agora terá que ir ao CASV e ao consulado. Então, para você que possui duvidas como é realizado este processo, confira abaixo o passo a passo para retirar o seu visto americano:

  • Passo 1: Formulário DS-160

A primeira etapa para obter o seu visto americano é preencher o formulário DS-160 que está disponível no link a seguir: https://ceac.state.gov/genniv/. O formulário deve ser preenchido em inglês e as informações devem ser precisas e atualizadas e se houver inconsistências nos dados informados, que serão analisados durante a entrevista, você terá que começar o processo todo novamente com o perigo de quer que levar uma documentação mais extensa na próxima vez que você fizer o requerimento.

VISTOS AMERICANO CANADENSE JAPONÊS AUSTRALIANO

  • Passo 2: Pagamento

A segunda etapa é o pagamento da solicitação dos vistos. Para vistos de visitantes que não exigem petição (B1/B2, C1/D, F, M, J, I, TN, TD), a taxa de solicitação (MRV) é de US$ 160 – veja mais informações aqui.  As formas de pagamento podem ser realizadas por cartão de crédito pelo site ou telefone, por boleto bancário ou por dinheiro em qualquer agência do Citibank.

  • Passo 3: Agendar entrevista

O passo 3 você deve aguardar o prazo de confirmação de pagamento (2 dias úteis) e após isso você poderá agendar a sua entrevista com o número identificado como no boleto do DS-160 e o recibo de pagamento da taxa MRV em mãos. Assim será possível você ver a hora de agendamento as entrevistas.

Você fará isto pelo site http://brazil.usvisa-info.com ou pelo call center. Antes de fazer seu agendamento pelo site, você deverá fazer seu cadastramento, incluir seus dados pessoais e escolher a forma de entrega do passaporte. O tempo de espera para a entrevista varia de acordo com o local escolhido. E a data para coleta de dados (foto e impressões digitais) nos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto USA (CASV), é feita antes da entrevista.

  • Passo 4: CASV

O próximo passo é comparecer a um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) para coleta dos dados biométricos (impressões digitais e foto) para complementar a solicitação do visto, levando o passaporte válido e a página de confirmação do formulário DS-160.

Solicitantes acima de 66 anos ou com até 15 anos estão isentos da coleta de impressões digitais. Eles mesmos ou seus representantes deverão entregar uma fotografia 5×7 e a página da confirmação do formulário DS-160 no centro de atendimento.Veja os endereços abaixo:

CASV Horário de Funcionamento

Segunda-feira a Sexta-feira – 7:00 às 18:00
Domingo – 13:00 às 18:00

Abaixo tem o endereço de cada Centros de Serviço ao Solicitante (CASV)

CASV – BRASÍLIA

Venâncio 2000 SCS, Qd 8 Bl B60 sala 340 – Setor
Comercial Sul, Brasília DF  70333-900

CASV – RIO DE JANEIRO

Lagoa Corporate – R. Humaitá, 275- Humaitá
Rio de Janeiro- RJ 22261-001

CASV – SAO PAULO/VILA MARIANA

Av. José Maria Whitaker, 370- Vila Mariana
São Paulo- SP 04057-000

CASV – SÃO PAULO/ALTO DE PINHEIROS

Gualter Building – Av. São Gualter, 308- Alto de Pinheiros
São Paulo- SP 05455-000

CASV – RECIFE

Comercial Bandeira – Av. Herculano Bandeira, 949- Pina
Recife- PE 51110-130

CASV – BELO HORIZONTE

Ed. Celta – R. Maranhão, 310 – Loja 1 – Santa Efigênia
Belo Horizonte- MG 30150-330

  • Passo 5: Entrevista

Você deverá comparecer à entrevista na embaixada ou em um dos consulados. Solicitantes deverão apresentar o passaporte válido e a página de confirmação com o código de barras do formulário DS-160. Solicitantes menores de 16 anos ou com mais de 65 anos são dispensados da entrevista, mas podem ser convocados para a mesma se a embaixada ou consulado julgar necessário. 

Mantenha a calma e diga a verdade pois o número de brasileiros reprovado é cada vez menor e as chances de negarem seu visto, se não tiver nada errado, são bem pequenas.

  • Passo 6: Entrega

Após todos estes passos é apenas aguardar a aprovação. Hoje em dia, 96% dos pedidos de brasileiros são atendidos. Nesse caso você poderá receber o passaporte com o visto americano em sua casa ou no CASV pré-escolhido, conforme opção adotada na hora do agendamento da entrevista.

Vistos Japoneses

No Japão você poderá tirar o visto de turismo, que pode ser usado para entrar no país em viagem de lazer, visita a parentes, congressos, negócios ou apenas para conexões em aeroportos japoneses. Os vistos de turismos não permitem exercer nenhuma atividade remunerada no Japão, porém o procedimento para conseguir o visto não possui entrevistas. Basta o preenchimento de todos os formulários e documentos com cópias, que deve ser apresentado ao consulado mais próximo de sua casa ou à Embaixada do Japão no Brasil. Veja passo a passo como obter a autorização para a viagem:

  • Passo 1: Pedido e foto

O primeiro passo é fazer a solicitação formal do visto, no site da Embaixada do Japão ou de um dos consulados. Para isso, clique neste link e baixe o formulário em .pdf.

Na solicitação é necessário incluir uma fotografia de 4,5 por 4,5 (tirada há no máximo 6 meses), com fundo branco e sem data. Também são aceitas fotos 3×4 (veja detalhes aqui).

Em seguida, preencha seus dados pessoais solicitados e as informações da viagem. Coloque a data e assine.

  • Passo 2: Documentos

Para dar entrada no pedido, separe os seguintes documentos abaixo, com cópias autenticadas recentes, expedida há no máximo seis meses:Passaporte válido (e os passaportes anteriores com visto japonês)

  1. Formulário impresso da SOLICITAÇÃO DE VISTO PARA ENTRAR NO JAPÃO (veja item 1)
  2. Uma foto 4,5 x 4,5 (ou 3×4) recente (tirada há no máximo 6 meses), com fundo branco e sem data (veja item 1)
  3. Reserva de passagem de ida e volta
  4. Cópia autenticada da carteira de identidade (SSP)
  5. Cópia da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (todas as páginas, inclusive o recibo de entrega)
  6. Documentos que comprovem a finalidade da viagem. Nesse caso, os documentos mudam de acordo com a finalidade da viagem. Os principais são:

NEGÓCIOS:

Carta da Empresa (baixe modelo aqui) detalhando o motivo da viagem, relacionando nomes, telefones e endereços das empresas a serem visitadas, e mencionando o responsável pelo custeio das despesas.

TURISMO:

Cronograma de Viagem (baixe modelo aqui). O roteiro deve ser escrito pelo próprio passageiro, no modelo da Embaixada ou pode ser anexado o panfleto do pacote turístico. No formulário, basicamente eles pedem as cidades a serem visitadas em cada data e o contato dos hotéis onde ficará hospedado.

PARTICIPAÇÃO EM CONGRESSOS/CONCURSOS OU TORNEIOS ESPORTIVOS (AMADORES):

Carta convite individual ou o convite múltiplo em japonês; ou ainda panfleto explicativo sobre o evento ou algum documento que o substitua.

VISTO DE TRÂNSITO

Tirar o visto do país de destino antes do visto japonês, quando necessário

  • Passo 3 – Pagamento

A taxa de emissão do visto é de R$ 61 e o pagamento deve ser feito no momento da solicitação, em dinheiro, junto ao guichê do Setor de Visto. Vale destacar que até 2016 estão isentos da taxa os estrangeiros que incluírem as Províncias de Miyagi, Fukushima e Iwate em seus roteiros. A isenção é uma forma de incentivar a reconstrução das áreas afetadas pelo grande terremoto que abalou o leste do país.

  • Passo 4 – Solicitação

De posse de todos os documentos, dirija-se à embaixada ou consulado mais próximo de sua casa para fazer a solicitação. É aconselhável que a solicitação de visto seja realizada preferencialmente na segunda, quarta ou sexta-feira, pois na terça e quinta-feira pode haver congestionamento devido ao atendimento às agências. O tempo de análise para vistos de curta permanência ou de trânsito é de dois dias

Para dar entrada ou retirar o visto é obrigatória a presença do próprio requerente. Em caso de impossibilidade de comparecimento, serão admitidas solicitações ou retiradas mediante a presença apenas de familiares em primeiro grau (pais, irmãos e cônjuges) munidos de documentação que confirme o parentesco ou de representante com procuração. Também pode ser solicitado por meio de agência de viagens cadastradas junto ao consulado ou à embaixada.

  • Passo 5 – Telefones e endereços 

Região Centro-Oeste e Tocantins

Jurisdição: Distrito Federal, Goiás e Tocantins Embaixada do Japão no Brasil TEL: 61-3442-4247 (Departamento Consular)FAX: 61-3242-2499

E-mail:consular.japao@bs.mofa.go.jp

Região Norte
Jurisdição: Amapá, Maranhão, Pará e Piauí
CONSULADO-GERAL DO JAPÃO EM BELÉMAv. Magalhães Barata, 651

Edif. Belém Office Center, 7º andar

CEP: 66063-240 Belém – PA

Tel.: (91) 3249-3344

Fax: (91) 3249-1016

http://www.belem.br.emb-japan.go.jp/pt/index.html

E-mail: conjabel@bm.mofa.go.jp

Jurisdição: Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima
CONSULADO-GERAL DO JAPÃO EM MANAUSR. Fortaleza, 416 – AdrianópolisCEP: 69057-080 Manaus – AM

Tel.: (92) 3232-2000, 3232-8582

Fax: (92) 3232-6073

http://www.manaus.br.emb-japan.go.jp/indexpt.html

E-mail: consulado@na.mofa.go.jp

Região Nordeste

Jurisdição: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe
ESCRITÓRIO CONSULAR DO JAPÃO EM RECIFE

R. Padre Carapuceiro, 733 – 14º andar

Ed. Empresarial Center I, Boa Viagem

CEP: 51020-280 Reife – PE

Tel.: (81) 3207-0190

Fax: (81) 3465-9140
http://www.br.emb-japan.go.jp/recife.html

E-mail: cjr@bs.mofa.go.jp

Região Sudeste

Jurisdição: Espírito Santo, Minas Gerais* e Rio de Janeiro
*exceto o Triângulo Mineiro

CONSULADO-GERAL DO JAPÃO NO RIO DE JANEIRO

Praia do Flamengo, 200 – 10º andar

CEP: 22210-901 Rio de Janeiro – RJ

Tel.: (21) 3461-9595

Fax: (21) 3235-2241

www.rio.br.emb-japan.go.jp
CENTRO CULTURAL E INFORMATIVO

Av. Presidente Wilson, 231 – 15º andar

CEP: 20030-021 Rio de Janeiro – RJ

Tel.: (21) 2240-2383

Fax: (21) 2220-7744
Consularconsular@ri.mofa.go.jp
Jurisdição: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Triângulo Mineiro

CONSULADO-GERAL DO JAPÃO EM SÃO PAULO

Av. Paulista 854 – 3º andar

CEP: 01310-913 São Paulo – SP

Tel.: (11) 3254-0100

Fax: (11) 3254-0110

www.sp.br.emb-japan.go.jp

E-mail: consuladogeraldojapao@arcstar.com.br

Região Sul

Jurisdição: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul
CONSULADO-GERAL DO JAPÃO EM CURITIBA

Rua Marechal Deodoro, 630 – Ed. CCI, 18º andar

CEP: 80010-912 Curitiba – PR

Tel.: (41) 3322-4919

Fax: (41) 3222-0499

Site: http://www.curitiba.br.emb-japan.go.jp/

E-mail: cgjcuritiba@c1.mofa.go.jp
Jurisdição: Rio Grande do Sul
ESCRITÓRIO CONSULAR DO JAPÃO EM PORTO ALEGRE

Av. João Obino, 467 – Petrópolis

CEP: 90470-150 Porto Alegre – RS

Tel.: (51) 3334-1299

Fax: (51) 3334-1742

http://www.curitiba.br.emb-japan.go.jp/poa_p.html

E-mail: cjpoa@c1.mofa.go.jp

Vistos Canadenses

Tipos de visto

Existem vários tipos de visto canadense, de acordo com a finalidade: Residente Temporário, Permissão para Trabalho ou Permissão para Estudo. Neste post vamos abordar os vistos para turistas (residente temporário), mas informações sobre os demais podem ser consultados na página do CAV. Há ainda dois tipos de vistos para turistas:

♦ Visto de uma entrada, com duração quase sempre de até 6 meses para apenas uma viagem ao país

♦ Visto de múltiplas entradas, válido por até 3 anos

♦ Visto de trânsito de até 48 horas

Dica: O visto de uma entrada permite ingressar várias vezes no Canadá a partir dos Estados Unidos dentro do prazo autorizado para a permanência no país.

Documentos necessários

O primeiro passo para solicitar o visto canadense é reunir a documentação necessária. Para facilitar a tarefa, o governo canadense criou check-lists com a documentação necessária para cada tipo de visto, que deve ser baixada no site do Centro de Requerimento de Visto do Canadá, impresso e entregue junto com o requerimento, com a marcação dos documentos apresentados.

Clique para baixar o checklist para turistas (pdf) – se precisa de outro tipo, ou vai ficar na casa de amigos ou parentes, acesse esta página.

A relação de documentos inclui:

          • Questionário de Informações Adicionais – deve ser impresso, preenchido à mão e assinado. Um formulário pode ser usado por toda a família
          • Duas fotografias recentes, 3 cm x 5 cm
          • Cópia da Carteira de Identidade (RG) frente e verso
          • Passaporte ou documento de viagem (inclusive os anteriores, se possuir)
          • Comprovante financeiro (último imposto de renda com recibo de entrega, os três últimos holerites, contrato social e extratos bancários)
          • Comprovação de laços sociais e econômicos com o Brasil – são aceitos declarações de seu empregador referentes aos três últimos pagamentos, documentos de sua empresa ou comprovante de matrícula em instituição de ensino)
          • Autorização de viagem, se for menor de 18 anos, assinado por pai e mãe
          • Comprovante de pagamento da taxa do processamento de visto – Pode ser individual ou familiar, dependendo do caso
Caso apresente seu visto por meio de um dos Centro de Solicitação de Visto (VAC), incluir também:
          • Comprovante de pagamento da taxa do VAC – Um por pessoa
          • Formulário de consentimento do VAC – Pode ser baixado nesta página

Importante:
Depois de preencher os formulários eletronicamente, clique no campo “Validar” localizado no topo ou rodapé e só então imprima o formulário.  Isso fará gerar um código de barras na última página, que facilita a avaliação de seu pedido e reduz o tempo de emissão do seu visto. Para garantir que as informações codificadas foram capturadas, você deve incluir a página com o código de barras junto com o pedido.

Pagamento das taxas

Há duas taxas para solicitar o visto canadense: a do VAC e a de Processamento de Visto.

Taxa do VAC

Custa R$ 70 e o valor é cobrado para cada pessoa que solicita o visto, independente da idade ou do propósito da viagem. O governo canadense, contudo, oferece descontos para famílias e grupos em alguns casos – saiba mais aqui. A taxa pode ser paga de duas formas:

♦  Em qualquer agência do banco HSBC, por meio de depósito identificado na conta do VAC de sua preferência – confira a numeração nesta página. Quando comparecer ao Centro de Solicitação de Visto (VAC) ou encaminhar seu requerimento por um serviço de entrega, você deverá anexar o comprovante de pagamento junto ao seu processo. Nesse caso, a taxa deve ser paga em dinheiro, diretamente no caixa.

♦  Pessoalmente no VAC, com cartões de crédito ou débito das bandeiras Visa ou Mastercard.

O VAC não aceita pagamentos feitos em caixas eletrônicos, transferências bancárias, pagamentos online ou cheques. Além disso, pagamentos feitos de forma incorreta não são reembolsados.

Caso você apresente o visto pessoalmente no consulado ou online, a taxa do VAC não precisa ser paga (saiba mais abaixo).

Taxa de Processamento do Visto

O valor varia de acordo com o tipo solicitado. Para o visto de turista (residente temporário) com uma entrada o valor é de R$ 145. A solicitação de entradas múltiplas custa R$ 290. Confira mais detalhes nesta página.

O pagamento também pode  ser feito em qualquer agência do HSBC, por meio de depósito identificado na conta do Consulado Geral do Canadá em São Paulo – confira a numeração nesta página.

Como solicitar o visto via VAC

O Governo Canadense criou no ano passado três Centros de Solicitação de Visto (VAC), nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Até então, quase todos os vistos eram emitidos por meio de despachantes ou agentes de viagem, mas com os novos centros o processe ficou bem mais rápido e simples. Em sua página, o Consulado Canadense recomenda que o pedido seja feito via VAC, mas também é possível fazer diretamente lá, como veremos mais abaixo.

De posse de toda a documentação, existem três formas de solicitar o visto de entrada para o Canadá via VAC:

♦ Pessoalmente em um dos centros de solicitação, em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília

♦ Por um Serviço de entrega de sua preferência

♦ Por coleta em domicílio – nesse caso, entrar em contato com por e-mail com  o VAC mais próximo de sua casa, informando o seu endereço residencial para receber mais informações. É cobrada uma taxa adicional.

 

Endereços dos VAC – Centros de Solicitação de Visto Canadense 

Os Centro de Solicitação de Vistos atendem de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas e não é necessária a marcação de horário para o atendimento.

Visa Application Centre – São Paulo

Avenida das Nações Unidas, No 12.551,
World Trade Center São Paulo, 18o andar,
salas 1809 e 1810. Brooklin Paulista
São Paulo – SP. CEP: 04578-903
info.cansao@vfshelpline.com
Visa Application Centre – Rio de Janeiro
Av. Américas, 3500,
Ed. Le Monde Offices – Hong Kong 1000,
Salas 612, 613, 614 e 615.
Barra da Tijuca  Rio de Janeiro – RJ.
CEP: 22640-102
info.canrio@vfshelpline.com
Visa Application Centre – Brasília
Brasilia Shopping and Tower,
Quadra 5, Setor Comercial Norte –
SCN / lote sala 1126.  Brasilia – DF.
CEP: 70715-900
info.canbra@vfshelpline.com

Nos CAV são oferecidos serviços de cópias, fotografias, computadores para preenchimento de formulários e mesmo assessoria no preenchimento dos  requerimentos. Os serviços são cobrados à parte.

Como solicitar o visto via Consulado

O Governo Canadense aceita que o visto seja entregue pessoalmente e esta pode ser uma boa alternativa para quem mora na cidade de São Paulo. Para isso, você agendar a entrega da documentação por meio do telefone (11) 5509-4343, extensão 3410. A ligação deve ser feita apenas entre 11 horas e 12h30. O agendamento está disponível para recebimento de pedidos feitos pessoalmente de segunda a quinta-feira, entre 09h30 e 11 horas – o setor de visto não atende ao público na sexta-feira. A maior vantagem é evitar a taxa de R$ 70, mas a demora para o agendamento pode ser grande.

Como solicitar o visto online

O governo canadense lançou há pouco tempo uma nova modalidade de solicitação de visto, totalmente online. Para solicitar, é preciso reunir toda a documentação e possuir um scanner ou máquina fotográfica com resolução suficiente para digitalizar os documentos. A solicitação é feita diretamente ao Departamento de Cidadania e Imigração do governo canadense.

Após preencher um rápido formulário de qualificação, a página seleciona se você é apto a fazer a solicitação online e o tipo de visto necessário. Se tudo der certo, você é direcionado para a página da solicitação. Além da comodidade, a vantagem é não ter de pagar a taxa de R$ 70 do VAC. No entanto, há a complicação de enviar seu passaporte original para ser carimbado no Canadá e a necessidade de enviar a documentação em inglês ou francês. Como é um serviço novo, é provável que com o tempo encontrem uma maneira mais fácil, mas por enquanto pode ser mais prático fazer pelo VAC do que correr o risco de ter o passaporte extraviado ou o visto negado por algum problema no preenchimento.

Atualização: A leitora Paula Iglesias informa que já houve uma alteração e agora o passaporte é entregue no Consulado de São Paulo no caso das requisiçõies online: “Depois que enviei os documentos e paguei tudo, em cinco dias úteis eles pediram o passaporte, que no Consulado de São Paulo tem que ser entregue no horário das 9h30 às 11 horas, de  de segunda a quinta. Estava pronto pra retirada em dois dias úteis (só pode ser retirado entre terça e quinta, das 15:00 às 16:00). Agora sim, passou a ser uma boa opção!

Como o pedido do visto é processado

O Consulado Canadense informa que ao receber um pedido, o setor de vistos o analisa para certificar-se que está completo. Os pedidos incompletos são devolvidos sem processamento, por isso atente à lista de documentos e formulários exigidos.

Caso o  seu pedido esteja completo, você estará sujeito às seguintes exigências:

Exame médico
O Oficial de imigração determinará se há necessidade ou não de realização de exame médico e caso seja exigido serão enviados  instruções para a realização e formulário personalizado. Saiba mais no site do Governo Canadense (em inglês)

Atestado de antecedentes criminais
Você e seus familiares com mais de 18 anos de idade que o acompanharão em sua viagem ao Canadá poderão ser solicitados a apresentar atestados de antecedentes criminais. O setor de vistos o informará caso isso seja necessário. Saiba mais no site do Governo Canadense (em inglês)

Entrevista
Se o oficial de imigração julgar necessária a realização de uma entrevista, você será informado a respeito e receberá todas as instruções pertinentes. Na maioria dos casos, a decisão é tomada sem entrevista. Deste modo, adicione por escrito todas as informações relevantes à sua solicitação inicial.

Prazo de emissão

Se não houver nenhum problema no seu processo, o consulado informa que o tempo médio para a emissão do visto de turista é de dez dias úteis. O prazo é o mesmo para pedidos apresentados via VAC ou pessoalmente.

O seguintes fatores a seguir podem interferir no tempo de processamento do seu pedido:

♦ Formulários sem o código de barras;

♦ Pedidos incompletos;

♦ Obrigatoriedade de exames médicos;

♦ Verificações mais aprofundadas de segurança;

♦ Histórico de antecedentes criminais;

♦ Entrevista, quando julgado necessária;

♦ Verificação mais detalhada da documentação exigida

Emissão do visto

Concluída a análise de seu pedido, o seu passaporte e eventuais documentos originais serão devolvidos. Caso tenha enviado documentos falsos, estes não serão devolvidos. Se o seu pedido for aprovado, o carimbo do visto constará no passaporte.

A data de vencimento da validade que aparece na primeira linha do visto representa a data até a qual você deverá chegar no Canadá, não a data em que você deverá sair do país. Você deverá chegar até a data impressa sob “Expiry date”.

Caso seu pedido seja negado, você receberá uma carta explicando os motivos que causaram a recusa.

Contatos e links importantes

Ainda tem dúvidas, as seguintes páginas oferecem informações completas sobre todo o processo e demais aspectos da viagem ao Canadá:

Consulado Geral do Canadá

Entre em contato com o Consulado

Centro de Requerimento de Vistos (VAC)

Vistos Australianos

Os vistos de turista australiano pode ser realizado o procedimento pela internet, basta clicar nestelink. Segundo comunicado do governo australiano, esse tipo de visto não exige um selo a ser colocado no passaporte, mas as pessoas poderão, se desejarem, imprimir uma cópia da notificação da aprovação para levarem consigo na viagem rumo à Oceania.

Apesar da possibilidade de tirar o visto para Austrália pela internet, as embaixadas do país em Brasília e Buenos Aires continuarão trabalhando com a documentação tradicional. Ainda conforme o governo, as companhias aéreas poderão confirmar a situação do turistas por meio de um sistema eletrônico.

Você pode conferir mais informações no site do governo australiano e na página do novo sistema de emissão (ambas em inglês).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *